Sem dúvidas, o maior visionário de todos os tempos tem sido o Nosso Senhor Jesus Cristo, que sendo Deus, renunciou a todo o privilégio, movido pela compaixão de perdoar a humanidade; Ele sabia o porquê estava neste mundo e também sabia que tinha um tempo para culminar a sua obra.
 
 

No Sermão da Montanha, o Senhor Jesus ensinou que, ao edificar uma casa, há dois tipos de pessoas: o sábio e o insensato: o sábio busca um fundamento sólido para edificar, como as rochas, e isso faz referência aquelas pessoas que permitem que o seu caráter seja moldado para cumprir com o propósito divino, já o insensato edifica sobre a areia, fazendo referência as pessoas que não são comprometidas e que fazem parte de uma grande multidão.

O Senhor disse aos seus discípulos: “Sobre esta pedra edificarei a minha Igreja” (Mateus 16:18), porque Ele sabia que o ministério que levantaria deveria ser fundamentado em pessoas que estivessem dispostas a serem formadas como verdadeiros discípulos seus.  Jesus sabia que a maneira mais efetiva de levantar um ministério era através de 12 pessoas, e Ele se focou em pessoas simples, entre elas pescadores, cobradores de impostos e pessoas que passavam despercebidas pelas multidões.

POR QUE JESUS ESCOLHEU 12 PESSOAS? POR QUE NÃO ESCOLHEU MAIS OU MENOS DO QUE ESSE NÚMERO?

Ainda na criação, Deus estabeleceu doze meses para governar cada ano; os dias seriam governados por dois períodos de doze horas em cada um; para governar o povo de Israel, estabeleceu as doze tribos, o que nos confirma que o número “doze” representa “governo”. Jesus mesmo falou aos seus discípulos: “Acaso o dia não tem doze horas? ”; se colocarmos nos princípios da Visão, isso quer dizer: “Acaso o líder não tem 12 discípulos? ”. Assim como durante o dia temos 12 horas constantes de luz, da mesma forma o líder é luz para a sua geração quando tem a sua equipe de 12.

Vejamos juntos alguns conselhos práticos para a liderança de como estabelecer uma equipe de 12 conforme o coração de Deus:

1. DEVEMOS INVESTIR O TEMPO NECESSÁRIO NA SUA FORMAÇÃO

Jesus foi exemplo em levantar uma equipe de 12, mas Ele não fez isso da noite para o dia, mas dispôs da totalidade do seu tempo para compartilhar com eles, conhecê-los profundamente e saber quais eram as suas necessidades. É importante supervisionar se eles estão crescendo em sua relação com Deus, porque devem ser pessoas que amem a oração e a Palavra.

A formação leva tempo, porque o discipular é um trabalho contínuo, mas do qual veremos um grande fruto.

 2. É IMPORTANTE TER UM CONTATO PESSOAL E CONTÍNUO COM OS DISCÍPULOS

O objetivo de Jesus em formar 12 pessoas era que elas permanecessem com Ele, que pregassem, curassem enfermos e expulsassem demônios; por isso, a base da equipe estava no contato pessoal, porque desta maneira Ele poderia corrigi-los e orientá-los em todas as áreas de suas vidas.

3. ESCOLHER PESSOAS COM ESPÍRITO FIÉL
“E as palavras que me ouviu dizer na presença de muitas testemunhas, confie-as à homens fiéis que sejam também capazes de ensinar a outros. ” 2Timóteo 2:2

É importante focarmos em ganhar pessoas que tenham um coração fiél, que sejam cuidadosas, esforçadas e empenhadas no serviço à Deus. Um discípulo fiél é o que ouve e obedece, sem argumentar contra o seu líder, desta maneira o Senhor os leva a outro nível de conquista.

 4. LIDERAR COM AMOR

Devemos aprender a ser pacientes com os nossos discípulos e ensinar-lhes com amor. Nunca um líder pode dominar os seus discípulos, mas constantemente deve motivá-los com a Palavra e com um bom conselho.

Jesus, que é a essência da sabedoria divina, necessitou formar doze homens e reproduzir o seu caráter em cada um deles; assim também nós, se quisermos uma liderança que perdure por várias gerações, deveremos seguir os passos do Mestre.

SE VOCÊ CRÊ QUE DEUS O CHAMOU PARA FORMAR DISCÍPULOS E LEVÁ-LOS A OUTRO NÍVEL, ESTOU SEGURO QUE ELE LHE ENCHERÁ DE GRAÇA, UNÇÃO E PODER DO ESPÍRITO SANTO PARA DESENVOLVER ESTÁ GRANDE OBRA.